Buscar

A AFV participa do Kuarup trazendo Raoni

No final de semana de 20 a 21 de agosto, a Associação Floresta Virgem (AFV) esteve presente na Cerimônia do Kuarup, na aldeia Mehinako, e financiou a ida do líder Raoni e mais três lideranças Kayapó.

Raoni Xingu Kuarup 2022

Esse ritual, realizado pelos povos indígenas do Alto Xingu, tem como principal objetivo celebrar a memória dos mortos e liberar suas almas para fazer a passagem ao mundo espiritual.


Nessa cerimônia, os povos vizinhos convidados são recepcionados e os entes mortos são homenageados. Cada morto celebrado no ritual é representado por um tronco de madeira pintado e adornado.


Xingu Kuarup 2022 Bodypaint

Durante as celebrações, há a oferta de comida, momentos de danças, cantos e rezas e, sobretudo, momentos de lamentações. Os indígenas choram pela última vez a partida de seus entes, uma vez que a cerimônia marca o fim do período de luto. Ao final, o tronco de madeira é jogado no rio, como despedida.


Também faz parte da celebração o ritual de passagem das meninas para a vida adulta. Após um período de reclusão, encerra-se a puberdade e elas são apresentadas para a aldeia, podendo casar.


Após finalizadas as homenagens aos mortos, iniciam-se as lutas chamadas Huka Huka, nas quais jovens guerreiros dos povos presentes se enfrentam. Nessas lutas, o objetivo é encostar na perna do adversário ou derrubá-lo. A luta Huka-Huka é um dos pilares centrais da identidade cultural dos povos do Alto Xingu.


Kuarup 2022