Buscar

AFV no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Por iniciativa da AFV, uma exibição especial do filme "Raoni" (1977) foi organizada na terça-feira, 22 de fevereiro, às 18h, na Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.


Dezenas de pessoas, incluindo várias personalidades, puderam assistir ao evento e assistir ao filme que tornou Raoni Metuktyre famoso. Fotografias de Jean-Pierre Dutilleux sobre a trilha dos povos indígenas de todo o mundo, emprestadas pelo Museu Summerhall (Edimburgo, Escócia), também foram exibidas nesta ocasião.


Exposição de fotos de povos indígenas isolados ao redor do mundo

A triagem destacou os debates atuais sobre a exploração ilegal das terras indígenas e promoveu as ações da AFV, particularmente sua contribuição para o futuro Instituto Aritana, cuja construção está prevista para o verão de 2022 no Território Indígena do Xingu (TIX). Nesta ocasião, parceiros como o Embaixador de Luxemburgo, o Cônsul Geral Adjunto da Bélgica no Brasil e médicos da Fundação Oswaldo Cruz puderam se encontrar com o Presidente Honorário da AFV e o diretor da Tryptique, agência responsável pela arquitetura do Instituto, com sede em São Paulo.


Brent von Tassel, Vice Cônsul Geral da Bélgica no Brasil; Jean-Pierre Dutilleux, Presidente Honorário da AFV ; Egberto Gismonti, compositor da trilha sonora do "Raoni" (1977); Denise e Tony Lotard, Vice-Presidentes da Fundação Darcy Ribeiro
Modelo do Instituto Aritana feito pelos arquitetos da agência Tryptique