Buscar

Reuniões de consulta livre, prévia e informada para estabelecer o Instituto Aritana

Uma reunião de consulta livre, prévia e informada (CPLE) foi realizada de 27 a 29 de novembro de 2021 na aldeia de Yawalapiti (perto de Posto Leonoardo), reunindo mais de cem membros e caciques de todas as comunidades do Território Indígena do Xingu (TIX).



O Cacique Tapi Yawalapiti mostrando os planos do Instituto Aritana

Esta reunião, que foi adiada várias vezes desde 2020 devido à pandemia de Covid-19, foi um passo crucial na implementação da primeira fase dos programas essenciais para a defesa/proteção do Território e seus povos identificados no plano de gestão TIX 2016 e no estudo de viabilidade de 2018.


Nesta ocasião, os povos do Xingu discutiram o uso dos fundos obtidos durante a turnê do Raoni Metuktyre, Tapi Yawalapiti e Kaiulu Kamaiura Caciques organizada pela AFV em 2019.



Debates sobre o programa de proteção florestal

A reunião finalmente endossou a criação do Instituto Aritana, cujo nome vem do falecido de Covid Cacique Aritana, que consagra a união dos povos do Xingu. Este instituto, pelos povos e para os povos do Xingu, visa promover e proteger os direitos dos povos indígenas da região, fortalecendo a colaboração entre suas comunidades nas áreas de proteção da terra e dos recursos, restauração ecológica, cultura ancestral, educação e saúde.


Na ocasião, um dia inteiro foi dedicado à questão do fortalecimento da proteção e monitoramento do território, precedido por dois dias inteiros de uma primeira sessão de treinamento sobre o uso de drones de vigilância, organizada pela AFV, em parceira com a Associação Kanindé. Algumas árvores frutíferas foram plantatas nesta ocasião.


Treinamento para uso de drones na aldeia Yawalapiti

Plantação de algumas árvores frutíferas na aldeia Yawalapiti